domingo, 1 de maio de 2016

ZX Spectrum Next

Creio que muitos já ouviram falar deste assunto mas...


Victor Trucco e Fabio Belavenuto desenvolveram o TBBlue que nada mais é do que um ZX Spectrum (vários modelos, incluindo o TK90X) implementado com tecnologia moderna.


A novidade é que há uma iniciativa para a produção deste equipamento com a marca original da Sinclair; todos os direitos de uso da marca, da ROM e outros itens foram devidamente negociados com os respectivos detentores. Assim, pode-se dizer que será um legítimo Sinclair.


Ao contrário do Spectrum Vega, cujo minimalismo extremo prejudica a experiência de uso, o Spectrum Next possui um teclado completo e até conector de expansão que permite o uso da maioria dos periféricos da época. Há ainda conectores para dispositivos modernos, como vídeo VGA ou HDMI e cartão SD.


Quem fez o desenho do Next foi nada menos que o Rick Dickinson, o próprio que projetou o ZX Spectrum.  Dá para sentir a cara de um autêntico Spectrum do século XXI.


Esta iniciativa será viabilizada através de crowdfunding no site oficial do projeto, infelizmente sediado no Reino Unido. Embora seja possível participar aqui do Brasil, significa submeter-se aos prazos dos Correios e da taxação da Receita Federal. Mas fica esta dica para quem quiser ter um legítimo Sinclair Spectrum (eu estou sem condições financeiras para o momento, mas quem sabe?). A propósito, a foto acima mostra que, além do preto tradicional, há a possibilidade de um modelo branco.

Por fim, um vídeo do Victor  no videocast  Games em Jogo, apresentando o Spectrum Next. Nota: Victor desculpou-se por não mencionar o Fabio Belavenuto no videocast, parceiro e coautor do TBBlue; fica então registrado os devidos créditos para o Fabio.


3 comentários:

  1. Projeto muito interessante!! Porventura,o Sir Clive tambem está por trás deste projeto,assim como foi no Vega ???

    E sobre aquele projeto que,ha uns tempos atras, te falei por e-mail? Ainda pode ser possivel pintar aqui no blog???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que entendi, os contatos foram só com a empresa que sucedeu Amstrad, portanto nada tem a ver com o Sir Clive.

      Estou devendo publicar aquele artigo, peço desculpas pela demora.

      Excluir
  2. Coração disparado... Esperando o resultado ansiosamente!

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo, mas peço que use este espaço adequadamente.